Geraldo Alckmin assina convênio com a Prefeitura de Santos para integração tarifária entre VLT e linhas municipais

Usuários pagarão R$ 4,40 na integração. Economia, em cada viagem, será de R$ 3,50

0
51
ônibus Santos
Foto: Luigi Bongiovanni/A Tribuna

O governador Geraldo Alckmin, por meio da EMTU, ligada a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, assinou neste sábado, 29 de julho, com a Prefeitura de Santos o convênio para integração tarifária entre o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e dez linhas municipais de Santos. A integração terá início em até 45 dias. Durante o evento também foi assinado protocolo de intenções para que Estado e município desenvolvam ações conjuntas visando à expansão do VLT.

Os usuários das linhas municipais integradas pagarão R$ 4,40, ao invés de R$ 7,90 que é a soma do valor das duas tarifas cheias (VLT e ônibus). Os usuários poderão economizar R$ 3,50 a cada viagem. A economia ocorrerá tanto se a transferência ocorrer do VLT para o ônibus como também do ônibus para o VLT.

A tarifa definida para a integração é de R$ 4,40, sendo R$ 1,32 para o município e R$ 3,08 para o VLT. O critério de partição tarifária segue o convênio assinado entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Santos.

Segue a relação das linhas municipais integradas: 7, 13, 20, 30, 40, 53, 77, 153, 154, 155.

Integração tarifária nas estações do VLT

VLT Ônibus SantosEstação Nossa Senhora de Lourdes: Linhas 7, 30, 40, 53, 77

Estação Pinheiro Machado: Linhas 7, 30, 40, 77

Estação Bernardino de Campos: Linhas 13, 153

Estação Ana Costa: Linhas 20, 154, 155

Estação Washington Luís: Linhas 30, 53

Estação Conselheiro Nébias: Linhas 7, 13, 40, 77, 154, 155

Estação Porto: Linha 7

Integração metropolitana com o VLT será ampliada

A integração do VLT com as linhas intermunicipais começou em 19/06/2016, envolvendo 37 linhas gerenciadas pela EMTU e que circulam no raio de 400 metros ao longo da linha do VLT no município de São Vicente.

Este número vai aumentar para 40, com a inclusão de mais três linhas metropolitanas a partir do momento em que a integração tarifária VLT – sistema municipal de Santos for iniciada.

A integração do VLT com as linhas metropolitanas é voluntária, ou seja, o usuário pode optar em continuar a viagem na linha de ônibus ou fazer a integração com o VLT.

Como funciona:

Ao embarcar no ônibus metropolitano é debitada no cartão do usuário a tarifa da linha utilizada, e na integração com o VLT não é debitado valor adicional. No sentido contrário, ao embarcar no VLT, é debitado no cartão o valor de R$ 4,05 mais o complemento da tarifa da linha no embarque no ônibus metropolitano. Exemplo: R$ 4,05 (tarifa do VLT) + R$ 0,35 (complemento) = R$ 4,40 (tarifa do ônibus). O débito varia de acordo com a tarifa da linha a ser utilizada.

RESUMO

Baixada Santista

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO