Livro revela a mobilidade precária da cidade de São Paulo

Pesquisador mostra como historicamente a precariedade nos deslocamentos na cidade tornou-se de exceção à regra para toda a população

0
42
Capa do livro de Ricardo Barbosa da Silva, a ser lançado no dia 7/4 (Foto: Divulgação)

Os deslocamentos diários pela capital paulista têm se dado historicamente em condições extremamente ruins e sem sinais de melhoras à vista.

Preocupado com este problema, o geógrafo Ricardo Barbosa da Silva, do Núcleo de Pesquisas Cidades Sustentáveis da Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo, direcionou seus estudos na busca por uma solução para melhoria da mobilidade urbana.

O resultado da pesquisa é o lançamento do livro “Mobilidade Precária na Metrópole de São Paulo”, publicado pela Annablume Editora, na próxima sexta-feira (7) no bar Canto Madalena, na Zona Oeste.

“Por volta dos anos 1990, aquele tempo perdido no transporte público, condição antes enfrentada pelos mais pobres, tornou-se a condição geral da sociedade que passou a sofrer com mais acidentes, poluição do ar, maior vulnerabilidade no trânsito”, comenta o pesquisador, em entrevista ao portal Mobilize.

O trajeto histórico percorrido pelo autor revela que a mobilidade precária já ganhava impulso na década de 1930 com a emergência dos ônibus, passando pela década de 1960 com a massificação do automóvel e chegando até a década de 1990 aos dias atuais com a popularização do automóvel e da motocicleta como alternativa reiterada ao transporte público de má qualidade.

O livro contribui para o entendimento do processo que tornou a mobilidade precária de exceção à regra, atingindo toda a sociedade da região metropolitana de São Paulo.

Serviço

Lançamento do livro Mobilidade Precária na Metrópole de São Paulo

Onde: Bar Canto Madalena, Rua Medeiros de Albuquerque nº 471 – Vila Madalena – São Paulo – SP
Quando: 07/04, às 19h
Mais informações: ricardo.barsilva@fatec.sp.gov.br

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO