Geraldo Alckmin não estipula prazo para início das obras do monotrilho da Linha 18-Bronze

0
236
Foto: Reprodução

O governador Geraldo Alckmin afirmou pela primeira vez que não há data prevista para início de obras da Linha 18-Bronze do Monotrilho, que deverá ligar o ABC à capital paulista, passando pelas cidades de São Caetano do Sul, Santo André e São Bernardo do Campo. A declaração foi dada nesta quarta-feira, durante entrega de novos ônibus para o corredor ABD de trólebus, em São Bernardo do Campo.

Segundo Geraldo Alckmin, São Paulo precisa que o governo federal aprove financiamento de verba que será usada para desapropriações. “Não temos como executá-la (a obra) se não tivermos o financiamento. Então, o Ministério da Fazenda e a Secretaria do Tesouro Nacional ainda não deram a resposta. A gente insistiu, insistiu e insistiu, mas não tivemos ainda o ‘ok’ em relação à obra. Então, é aguardar”, disse. “Se o financiamento sair amanhã, (o trabalho) começa em seguida. A obra está licitada e contratada. Sem financiamento, não dá para iniciar uma obra de grande porte”, completou o governador.

No entanto, a situação não é assim tão simples como aponta Geraldo Alckmin. O Ministério do Planejamento informou que o pedido de financiamento feito pelo Governo de São Paulo foi apreciado na 112ª reunião da Cofiex (Comissão de Financiamento Externo), realizada em 15 de dezembro de 2015. A pasta federal diz que, na ocasião, a solicitação foi retirada de pauta porque o governo estadual não possuía capacidade de pagamento que permitisse a obtenção de garantia da União para a referida operação de crédito.

“Tão logo o Governo do Estado de São Paulo obtenha capacidade financeira para contratar a operação de crédito externo mencionado, o pleito poderá ser novamente apreciado pela Cofiex”, diz o Ministério do Planejamento.

Segundo a Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos, a aprovação do pedido permitiria a captação de US$ 182,7 milhões (cerca de R$ 591,9 milhões pela cotação atual do dólar) para pagamento das desapropriações.

Geraldo Alckmin disse que não é possível iniciar a obra com verba própria do Estado. “Podemos até fazer uma parte com nosso recursos, mas precisamos ter o financiamento para garantir a continuidade da obra.”

A assinatura do contrato do governo estadual com o consórcio vencedor da licitação para construção da Linha 18-Bronze do Monotrilho completou dois anos no final de agosto. Passado todo esse tempo, as obras sequer foram iniciadas.

* Com informações do Metro Jornal

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO